Pedagogia‎ > ‎Pedagogia da Fé‎ > ‎

Domingo de Ramos

Publicado a 09/04/2017, 15:13 por CNE JN Oriental Webmaster   [ atualizado a 09/04/2017, 15:16 ]
Desafio: conhecer e seguir Jesus

Impressiona pensar que, provavelmente, os mesmos que gritaram hossanas a Jesus no Domingo de Ramos, e o aclamaram rei, são os mesmos que na Sexta-feira Santa gritarão: “Crucifica-o! Crucifica-o!”... “Antes Barrabás!”. A traição e a Paixão já se sentem no ar... a Paixão de Cristo e da sua Igreja... E não nos esqueçamos que Jesus é traído precisamente pelos seus amigos... é traído por aqueles que ele chamou e formou. E também nisto “o discípulo não é maior do que o Mestre”, por isso também nós temos que estar preparados para sermos perseguidos por procurarmos ser fiéis a Jesus. É a consequência de sermos parte do Corpo de Cristo que é a Igreja. Escreveu S.Cláudio, meditando na sua própria experiência: “A quantidade de inimigos que temos que combater desde o momento que tomamos a resolução de nos tornarmos santos. Parece que tudo se desencadeia: o Demónio com as suas astúcias, o mundo com os seus atractivos, a natureza com sua resistência que se opõe aos nossos bons desejos; os louvores dos bons, a crítica dos maus, as pressões dos tíbios”...

Devemos de estar prevenidos e preparados. Devemos de vigiar e orar para que, chegando a tentação de trair Jesus, de abandonar Jesus e a fé e doutrina que nos deixou, não nos deixemos enganar e arrastar. Só à luz da Paixão de Cristo podemos meditar na Paixão da Igreja, preparando-nos para a luta, na fidelidade a Cristo. Quantas vezes não somos apontados e ridicularizados por sermos cristãos, discípulos de Jesus? Quantas vezes não nos veio a tentação de fingir que não somos cristãos, por falsos respeitos humanos? Quantos amigos nossos não abandonaram a fé?
Unido a ti, Senhor, muito abraçado à tua cruz, seguir-te-ei pelo caminho da Vida. Livra-me do caminho da traição e da apostasia, Senhor. E digo como S.Pedro disse um dia quando estavam todos a voltar as costas a Jesus porque a sua doutrina era exigente: «A quem iremos nós, Senhor? Só tu tens palavras de vida eterna!» (Jo 6, 68).

Ċ
CNE JN Oriental Webmaster,
09/04/2017, 15:13
Comments